10 Coisas que Você Deve Fazer

para Preparar seu Filho

para a Escola ou Creche - Parte II.

 

Ficando na escola

Para que ela crie expectativas, tenha mais disposição e vontade de ir a escola, envolva-a nos preparativos dos materiais, desde a compra dos de cadernos, massinhas, lápis  até a arrumação diária da mochila e preparo da lancheira.

Se ela chorar quando você sai de casa ou quando a deixa na escola, vire, tome seu caminho e não olhe para trás, se puder, dê um tchau. Não dê atenção ao choro sem motivo, ou birras, tente distinguir o choro real e o manipulador. Uma forma de saber sobre isso é conversar com a professora ou coordenação  sobre o comportamento dela durante o período de aula. Não fique explicando, argumentando, dizendo para não chorar, ameaçando, dizendo que você ficará triste com o choro dela, isso a fará chorar cada vez mais, pois,  está conseguindo fazer com que você  fique com ela por mais tempo tendo sua atenção e carinho. Ou seja, ela estará, com o choro, alcançando seu objetivo por isso vai chorar cada vez mais.

Nos primeiros dias o choro é normal, pois é uma nova situação e precisa de um período de adaptação. Se você agir com naturalidade, ele irá desaparecer também naturalmente. O tempo de uma semana ainda é normal que ela chore, não é motivo para se sentir mal por não ter preparado sua filha para ficar separada de você por um  período do dia. A escola precisa orientar os pais sobre a melhor forma de agir neste momento, os pais devem agir conforme as orientações da escola, que imaginamos ter experiência nesta situação.  

Não sinta culpa por ter que trabalhar e deixar sua filha na creche, encare isto como algo natural, porque é. Não deixe de disciplinar sua filha porque sente pena dele que fica o dia inteiro longe de você. Disciplinar os filhos é uma forma eficaz de demonstrar amor, cuidado e carinho leia:Você Tem "Dó" de Disciplinar Seu Filho? É normal sentir culpa, mas lembre-se que isso é normal, comum e que faz parte da vida atualmente. Não se esqueça que sua vida como mulher continua e que pode exercer sua maternidade no tempo em que puderem ficar juntas, que como diz o ditado “o que vale é a qualidade, não a quantidade”.

Depois da escolinha, conversem sobre o dia, pergunte sobre os amiguinhos, sobre as atividades, a professora, crie e estreite os laços de relacionamento entre vocês.

Veja  e se envolva com as tarefas e atividades enviadas para fazer em casa. Ajude-a, mostrando que são importantes, assim estará ensinando responsabilidade, compromisso e a importância da educação acadêmica na vida. Com isso também estará demonstrando carinho, atenção e interesse por sua filhinha.

 

Rotina em casa

Sua filhinha tem um quarto para ela?  Se sim, torne-o bem atrativo, com coisas que ela gosta, roupas de cama, brinquedos, livrinhos, decoração na parede. Se não tem, providencie uma quarto para ela, mesmo que com divisória, drywall.   O quarto deve ser um local que ela goste de ficar.

Tenha um ritual para a hora de dormir e uma rotina para a família durante a semana e para o final de semana. A rotina dá segurança a criança, pois ela pode prever os acontecimentos do dia, saberá que terá um momento gostoso com a mamãe e que será colocada com carinho na cama. Veja como montar uma rotina no artigo: Regras em Família, Sinônimo de Harmonia no Lar.  Lembre-se de quando pegá-la na escola, venha conversando, vendo as coisas na rua, falando sobre o dia, ao chegar em casa e for preparar o jantar ou fazer outra atividade doméstica, deixe - a brincando em um local que você possa supervisionar( caso não tenha outra pessoa para ajudá-la) para que você possa fazer suas atividades com segurança e rapidez. Durante o jantar dediquem somente a refeição, desligue a Televisão, e os celulares, tablets... conversem sobre coisas do dia, contem piada, brinquem.

Explique para ela como será a rotina de dormir, que todos os dias você irá contar a história, dar beijos, abraços, desejar boa noite e vai para sua caminha para dormir e ela dormirá na dela, que é linda e bem gostosa.  Dê uma lida no artigo, Dificuldade Para Colocar Seu filho(a) na cama? Relaxe...  caso tenha dificuldade para deixa-la adormecer sozinha.

Resumindo: compreendendo a essência do “preparo” para a introdução da creche/escolinha ou de mudanças na vida.

 

  1. Converse, explique a situação que irá ocorrer,  ela irá entender.  

  2. Fale sobre a hora que você chegará, exemplifique com acontecimentos do dia, conforme a idade ela não tem noção de horário.

  3. Seja verdadeiro e cumpra o que prometer.

  4. Seja firme e persistente, não desista se ela começar a chorar por não querer cumprir uma regra. Insista, ela irá ceder.

  5. Tenha certeza que o que você está fazendo é o melhor, mostre-se feliz e segura em suas decisões.

  6. Estabeleça uma rotina para o dia da criança.

  7. Tenha regras para o funcionamento da família.

  8. Crie um ritual para colocar sua filha na cama.

  9. Não dê atenção a choro por birra ou por manipulação.

  10. No tempo passado com sua filha, mesmo que seja pouco, tem que valer a pena, para isso, precisa ser recheado de carinho, amor, carícia, diálogo.

Psicóloga e Coach Celma Maciel 

© 2019 · Celma Maciel. Todos os direitos reservados. Termos de uso e Privacidade.