• Celma Maciel

VEJA COMO É FÁCIL MOSTRAR AUTORIDADE COM AMOR PARA SEU FILHO


Os pais autoritários possuem características como um alto padrão de exigência, rigidez, imposição de que seus valores, regras e ideias sejam aceitas. 


Punem severamente ou não seus filhos por comportamentos que não estão de acordo com o padrão por eles exigido.


Pais autoritários não permitem que os filhos desenvolvam a independência, a capacidade de construir seus próprios pensamentos, crenças e comportamentos.


Pessoas assim educadas poderão ser pessoas rígidas, exigentes, inflexíveis, reativas principalmente em questões que envolve realizar algo por outras pessoas.


Muitos desenvolvem uma dificuldade de seguir algumas regras, principalmente quanto a questões mais íntimas, as que há possibilidade de ocultar.


Acredito que a responsabilidade dos pais é orientar e ensinar seus filhos o melhor caminho em que devem andar, mostrando o certo e o errado, bem como as consequências da escolha de cada um.


Ou seja, os pais oferecem o estímulo para que seu filho faça a escolha do comportamento, a criança escolhe e experimenta as consequências.


É bem complicado e perigoso tratar deste assunto, pois, para aplicar os conceitos acima colocados os pais devem saber exatamente o que querem de seus filhos e de si mesmos.


Eles precisam conhecer suas responsabilidades como pais e saber claramente o conceito de liberdade e libertinagem, egoísmo e altruísmo.


É muito importante lembrar que isso apenas deverá ser aplicado conforme a idade da criança (mental e cronológica) e sua capacidade de distinguir as situações, o que é diferente em cada etapa da vida.


Os pais que estão em sintonia com seus filhos e que participam com qualidade (diferente de quantidade) da vida de seus filhos, saberão como aplicar seus conhecimentos para inspirar seus filhos a fazerem sempre a melhor escolha.


Não é uma tarefa fácil a de ser bom pai (ou tentar sê-lo), é muito mais fácil exercer extremo autoritarismo e criar fantoches ou formar monstros, deixando os filhos fazer o que querem.


Os extremos parecem ser menos trabalhosos, doce engano... 


Pessoas sensatas, como você que está lendo este artigo, que procura em melhorar como pai, está interessado em fazer o melhor para seu filho, para vocês, descrevo uma técnica que irá ajudá-los nesta tarefa.


É uma forma de organizar a rotina do seu filho em uma agenda, para que ele visualize como será seu dia e suas atividades de lazer e estudo.


Antes de mostrar o exemplo da Agenda, que se encontra no próximo artigo, Autoridade Com Amor (Parte II), gostaria que lessem a ilustração abaixo, que fala sobre como manter um amor, como manter a autoridade, a confiança, o carinho, o respeito, o bom relacionamento, o equilíbrio, etc.

COMO MANTER UM AMOR


Mãe e filha conversavam enquanto caminhavam pela praia. Num certo ponto, a menina perguntou:


"Mamãe, como se faz para manter um amor?"


A mãe parou, olhou para o infinito do oceano por um instante, olhou pra sua filha e disse:


"Filhinha, pegue um pouco de areia e feche a mão com muita força, prenda bem forte…"

A menina fez como sua mãe havia mandado; pegou um punhado de areia e reparou que, quanto mais forte apertava a areia com a mão, mais areia escapava: "mamãe, mas assim a areia cai!"

"Sim, filha, agora abra toda tua mão…", e assim a menina fez; abriu a mão completamente, deixando a areia exposta ao vento que levou consigo a areia que restava em sua mão: "mamãe, assim a areia também cai!"

A mãe, então, pegou um punhado de areia e segurou-o em sua mão semiaberta, como se fosse uma colher e pediu que a garota fizesse o mesmo.


A menina imitou a mãe, quando esta lhe disse: "veja, filha, nossa mão está fechada o bastante para proteger este punhado de areia e aberta o suficiente para lhe dar liberdade; a areia está protegida do vento e, ao mesmo tempo, não escapa da mão."


Pensem nisso!

0 visualização
© 2019 · Celma Maciel. Todos os direitos reservados. Termos de uso e Privacidade.