Sua Criança Anjinho

se Transformou

na Adolescência?

 

A fácil convivência com sua criança passou a ser um pesadelo na adolescência? Ele agora está irritado, desobediente, questionador, desafiador e te dando más respostas? E as mentiras, a música com estilo diferente do que ouvia antes...

Cadê o anjinho? Sem resposta, o que sobra para você, é lidar com seu "novo" filho, mas o que fazer? como fazer? Abaixo se encontram algumas informações valiosas para se relacionar melhor com seu adolescente.

Bom Exemplo

O seu bom exemplo como pai é de extrema importância para que seu filho tenha um parâmetro do que é certo e das consequências dos comportamentos bons ou ruins. Seu filho adolescente não irá aceitar regras que você não cumpre, ele questionará o ditado "Faça como eu falo, mas não faça como eu faço", Assim diminua a distância entre o que você fala e o seu comportamento.


Paciência

 

P.A.C.I.Ê.C.I.A! Se você falar de forma mais calma, doce, firme e clara terá melhores chances de bom retorno do seu filho adolescente, ou seja, de que ele ouça e pratique o que você solicitou.

Fale pouco, seja direto, firme, claro. Se ficar dando sermões de vários minutos seu filho ficará irritado, não lembrará das suas primeiras palavras, não vai te ouvir, vai reagir de forma inadequada e possivelmente uma briga iniciará.

Nas provocações, não reaja, tente não dar atenção, ou muita atenção. Sempre repito um ditado: Tudo o que você dá atenção cresce, assim se der atenção ao comportamentos que você não deseja que seu filho tenha ele aumentará a frequência deste comportamento.


 

Regras da casa

Insista nas regras, continue dando limites adequados a idade,  eles precisam existir sempre. Seja firme, cuidado com as concessões. Fale que você entende as razões dele, mas as regras existem para a proteção dele e da família.
Tratar a situação com bom humor pode ser bastante útil nesta fase. O seu filho(a) poderá ficar irritado, reclamando por ter que cumprir regras e obrigações, como ir para escola, fazer tarefas. Se ele estiver reclamando de ir para escola, você pode concordar com ele reclamando de ter que ir trabalhar, então diga: "Eu não quero ir trabalhar hoje", "O que você acha de ficarmos em casa e jogar o dia todo?!"


Consequências

As recompensas podem ser muito úteis nesta fase. Assim, dê carinho, atenção, abraços, elogios, um passeio que ele goste, um aluguel de filme ou ida ao cinema ou aquela refeição favorita. Estas recompensas funcionarão como demonstração de que você reconhece os bons comportamentos de seu filho. Eles sempre reclamam que ninguém reconhece o que de bom eles fazem, então faça diferente. Não esqueça de recompensar os bons comportamentos: se ele se empenhou em estudar para as provas e teve bom resultado, reconheça, fale para ele o quanto está feliz. Se ele fez todas as tarefas durante a semana sem que você pedisse, reconheça.

Deixar que algumas consequências naturais ocorram, pode ser útil algumas vezes. Um exemplo: se ele não fizer sua lição de casa, ele vai ter consequências ruins na escola. O não cumprimento de regras em casa deverão ter consequências como a suspensão de algum privilégio.

A consequência pelos maus comportamentos também devem existir. Para os maus comportamentos GRAVES, você deverá tirar bens preciosos por um tempo, ou suspender os privilégios e mesada.

 Dê atenção aos bom comportamentos.
A maioria dos pais tem a péssima mania de ressaltar, repetir, falar, falar, falar e falar das coisas ruins que o filho faz. Infelizmente, como já citei anteriormente, tudo o que você der atenção cresce, aumenta, então, se você fala tanto dos maus comportamentos de seu filho, não estranhe se ele repetir também o mau comportamento em questão.

Sejam mais espertos que seu filho adolescente! Dê mais atenção ao bom comportamento, aquele que você quer que ele tenha e mantenha, e ignore o mau comportamento tanto quanto possível.

Procurando Ajuda.

 

Se você estiver encontrando dificuldades para se relacionar com seu filho adolescente, procure um serviço de Treinamento de Pais. Um psicólogo  que realiza este serviço irá ajudá-lo a analisar as situações e agir da melhor forma possível.  Seu  filho será orientado de forma satisfatória . Você aprenderá como se comunicar, como resolver conflitos, como colocar regras e limites, etc. 

Para marcar sua consulta ou participar do Programa de Treinamento de Pais com a Psicóloga e Coach Celma Maciel ,  envie um e-mail para psicologa@celmamaciel.com ou ligue Celular: (11) 94189 - 8078

 Grande Abraço

Psicóloga e Coach Celma Maciel 

© 2019 · Celma Maciel. Todos os direitos reservados. Termos de uso e Privacidade.