Se você está lendo isso, é porque tem um problema que afeta sua vida e te atrapalha no seu dia a dia.

Esse problema pode ser relacionado a sua vida:

  • Amorosa;

  • Profissional;

  • Pessoal

Eu te entendo, eu sei como isso é difícil e como as vezes parece não ter solução.

Mas tem solução!

E é importante que você cuide disso, pois pode te prejudicar no futuro da mesma forma que uma doença física.

Para isso, eu posso te ajudar!

Como?

Através de terapias que vão solucionar o seu problema e trazer mais qualidade de vida.

Como funcionam as terapias?

Sou psicóloga e no meu trabalho, atuo com 3 abordagens:

  • Terapia Cognitiva Comportamental

  • Terapia Focada no Esquema

Terapia Cognitiva Comportamental

A Psicoterapia Comportamental Cognitiva é uma abordagem terapêutica com base em pesquisas científicas, que procura tratar os sintomas de maneira direta, breve e com objetivos definidos.

Tem resultados rápidos em Transtornos Psicológicos e outras situações incômodas.

O tratamento é uma parceria entre terapeuta e cliente, na qual os dois trabalham juntos, como uma equipe, para identificar e resolver os problemas superar dificuldades que causam transtornos psicológicos.

 

O início da terapia é focado no sofrimento do cliente para aliviá-lo.
 
Os problemas são abordados de forma prática e com objetivos claros e alcançáveis.
 
A meta é ajudar o cliente a modificar suas crenças distorcidas, eliminar comportamentos, pensamentos e emoções disfuncionais, que geram os transtornos psicológicos, substituindo-os por outros mais adaptativos.

O tratamento vai além do consultório, já que durante o intervalo entre as sessões o cliente continua o tratamento através de tarefas de casa compostas de técnicas da Terapia Comportamental Cognitiva, propostas pelo Psicólogo, que o ajudarão a modificar os comportamentos, observar situações, testar novas formas de resolver problemas e etc.
 

Terapia Focada no Esquema

A Terapia do Esquema possui duas fases:


A primeira fase consiste em avaliação e conceituação do caso, onde são aplicados os questionários de esquemas, de estilos parentais e outros.

 

A relação terapêutica é muito importante para o processo de tratamento, pois tem o objetivo de oferecer estabilidade e segurança que pode ter faltado ao paciente na infância.

 

O psicólogo explica sobre o modelo terapêutico, para que o paciente compreenda e consiga identificar os Esquemas Disfuncionais, as crenças, as distorções cognitivas, os estilos de enfrentamentos e as estratégias utilizadas pelo paciente para lidar com os esquemas na sua vida cotidiana, bem como as situações que estimulam a abertura dos mesmos e relacioná-los aos problemas atuais.
 

Esta fase educativa auxilia a compreender as origens dos esquemas na sua história de vida. 
 

Na segunda fase acontece a de mudança do esquema.

 

Nesta são feitas intervenções cognitivas, comportamentais, experienciais e interpessoais, sempre com o objetivo de auxiliar o paciente a observar e a combater as distorções originadas pelos Esquemas disfuncionais.
 

São usadas técnicas experienciais, de imaginação visual, representação de papéis, catarse dentre outras, com o objetivo de provocar o aparecimento do esquema durante a consulta para que haja a expressão dos sentimentos e emoções do paciente, nas quais podem ser utilizadas técnicas de dessensibilização de situações incomodas que impactaram a vida do paciente

Sua ​vida vale muito e você tem o direito de ser feliz e poder conquistar o que deseja.

Da mesma forma que você passa periodicamente em um médico para cuidar do seu corpo, é fundamental passar com um profissional qualificado para cuidar de sua mente e suas emoções.

A pior ferida é aquela que não podemos ver.

Entre em contato para curar seus problemas e melhorar sua vida.

Mande uma mensagem através do:

© 2019 · Celma Maciel. Todos os direitos reservados. Termos de uso e Privacidade.